fbpx
Image Alt

Centro i4DJ

𝗢 𝗾𝘂𝗲 𝗲́ 𝗠𝗶𝘀𝘁𝘂𝗿𝗮 𝗛𝗮𝗿𝗺𝗼́𝗻𝗶𝗰𝗮?
É uma mistura entre duas ou mais músicas com a tonalidade ou nota/chave musical igual ou compatível, que resulta numa mistura mais suave e melódica entre as duas ou mais músicas, ou seja, audivelmente encaixam na perfeição.
 
𝗢 𝗾𝘂𝗲 𝗽𝗿𝗲𝗰𝗶𝘀𝗼 𝗽𝗮𝗿𝗮 𝗳𝗮𝘇𝗲𝗿 𝘂𝗺𝗮 𝗺𝗶𝘀𝘁𝘂𝗿𝗮 𝗵𝗮𝗿𝗺𝗼́𝗻𝗶𝗰𝗮?
A ferramenta principal para uma mistura harmónica é o reconhecimento das notas das músicas e a noção de compatibilidades entre elas, que para muitos DJs não é tarefa fácil. Mas não precisam de preocupar, pois o pioneiro Mixed in Key é um dos softwares que realiza essa análise e atribui às músicas as notas devidas. No entanto, atualmente qualquer software DJ realiza essa tarefa e inclusive permite organizar automaticamente uma playlist pela compatibilidade entre notas. Para descobrir as compatibilidades possíveis entre músicas podemos usar a roda de Camelot, baseada num sistema numérico que de uma forma simples apresenta as possíveis compatibilidades.
 
𝗖𝗼𝗺𝗼 𝗳𝘂𝗻𝗰𝗶𝗼𝗻𝗮?
Quando adicionas músicas no software DJ, ele automaticamente analisa-as e adiciona numa coluna dedicada á frente da música a nota detetada. Depois de analisadas e como já mencionei em cima podes organizar as notas da mais pequena para a maior ou vice-versa, no entanto, aconselho que a ordem seja sempre a que tu escolhes sobre a viagem musical que queres dar ao teu publico.
De seguida carregas uma música com nota atribuída para o deck e assim começa a mistura harmónica. Quando fores selecionar a próxima música podes escolher uma com a nota igual ou compatível. A nota igual tem o mesmo número e letra, uma nota compatível pode ser uma qualquer que faça fronteira direta ou subjacente independente de números e letras. Vê na imagem Roda de Camelot.
 
𝗘𝘅𝗲𝗺𝗽𝗹𝗼:
Música A (a tocar) com a nota 8B
Música B (vai ser misturada), músicas que fazem fronteira direta: 8B, 7A e 9A, músicas adjacentes: 7B e 9B
Existem outras “teorias” sobre questões de energia e felicidade musical que podemos aplicar em misturas ou relacionar as notas, mas não vou comentar, porque a música mexe e é sentida de forma diferente por cada indivíduo, que resulta em experiências diferentes.
 
𝗡𝗮 𝗽𝗿𝗮́𝘁𝗶𝗰𝗮, 𝗳𝘂𝗻𝗰𝗶𝗼𝗻𝗮?
Funciona. É sem dúvida uma ferramenta a ser usada com alguns cuidados. Uma mistura harmónica transporta o teu set ou gig para outro nível, altera de uma forma discreta no bom sentido a precessão dos ouvintes sobre a tuas misturas e acredito que ouvem mais tempos e com mais gosto.
Atenção, uma mistura harmónica não dispensa as restantes técnicas de mistura como uma boa sincronização, volumes, equalização e métrica.
 
𝗩𝗮𝗻𝘁𝗮𝗴𝗲𝗻𝘀:
  • Mistura suaves e melódicas.
  • Ligação perfeita entre acapellas e instrumentais em mistura.
  • Ajuda na escolha do alinhamento.
 
𝗗𝗲𝘀𝘃𝗮𝗻𝘁𝗮𝗴𝗲𝗻𝘀:
  • Pode diminuir a criatividade
  • Viciar as misturas.
  • Não ir de encontro do que a pista ou ambiente quer ou mesmo o desejo do DJ.
 
Paulo DiLight
 
+ 𝗜𝗻𝗳𝗼, 𝗾𝘂𝗲𝘀𝘁𝗼̃𝗲𝘀 𝗼𝘂 𝗱𝘂́𝘃𝗶𝗱𝗮𝘀: https://api.whatsapp.com/send?phone=0351965593369

Post a Comment

Close
Centro i4DJ

É possível fazer sozinho, sim, mas em sinergia e com ajuda externa chegas mais rápido, mais longe e com consistência.

Horários

Segunda – Sexta:
10:00 – 19:00

Domingo: Fechado

Contacto

Rua Professor Santos Lucas, 38A 1500-515 Benfica, Lisboa

Geral@ci4dj.com

965 593 369

Redes Sociais
info